De ouvidos bem abertos | With open ears

Por Chico Dub |

“Agora vou fazer nada além de escutar…

Ouço todos os sons correndo juntos, combinados,

amalgamado ou seguindo;

Sons da cidade e sons da cidade, sons do dia e noite…”

Walt Whitman, Canção de Mim Mesmo

“Se você desenvolve um ouvido para sons que são musicais, é como desenvolver um ego. Você começa a recusar sons que não são musicais e que, desta maneira, cortam você de um monte de experiências.”

John Cage

“É de conhecimento comum entre os verdadeiros libertinos que as sensações canalizadas pelos órgãos da audição são as mais emocionantes, as suas impressões mais vívidas.”

Marquês de Sade, Os 120 Dias de Sodoma

“Ouvir mais atentamente a esses sons microscópicos, atmosferas e ambientes com acústica mínima, a qual chamamos de silêncio, me levou a examinar mais de perto o entrelaçamento de percepção sutil de nossos sentidos.”

David Toop, Ressonância Sinistra

“Eu tenho usado um walkman de fita cassete para fazer gravações de campo, as quais eu mantenho como um diário sonoro. Eu considero essas gravações como memórias pessoais e não apenas sons.”

Aki Onda

[imagem: HEAR (2016), de Maurizio Nannucci]

. . .

By Chico Dub |

“Now I will do nothing but listen…

I hear all sounds running together, combined,

fused or following,

Sounds of the city and sounds of the city, sounds of the day and night…”

Walt Whitman, Song of Myself

“If you develop an ear for sounds that are musical it is like developing an ego. You begin to refuse sounds that are not musical and that way cut yourself off from a good deal of experience.”

John Cage

“It is common knowledge among true libertines that the sensations channeled by the organs of hearing are the most exciting, their impressions the most vivid.”

Marquês de Sade, The 120 Days of Sodom

“Listening more intently to those microscopic sounds, atmospheres and minimal acoustic environments that we call silence, led me to examine more closely the subtle perceptual entwinement of our senses.”

David Toop, Sinister Resonance

“I have been using the cassette Walkman for making field recordings which I keep as a sound diary. I consider these recordings to be personal memories, and not just sounds.”

Aki Onda

[image: HEAR (2016), by Maurizio Nannucci]


Chico Dub é curador de música da HOBRA | Chico Dub is curator of music for HOBRA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s