BR

STUDIO-X RIO

O Studio-X Rio faz parte de uma rede global da Escola de Arquitetura, Planejamento e Preservação (GSAPP) da Universidade de Columbia, dedicada a pensar o futuro das cidades. Esta rede se constitui como uma plataforma avançada de colaboração e investigação através do diálogo entre profissionais, acadêmicos, estudantes, sociedade civil, empreendedores e tomadores de decisão entre os diversos cantos do planeta. Um espaço neutro e aberto para trocas e debates através de uma programação intensa de palestras, workshops e exposições. No Rio, a iniciativa está presente na Praça Tiradentes desde 2011, e conta com o apoio da prefeitura da cidade, através do Instituto Rio Patrimônio da Humanidade / Centro Carioca de Design. Além do Rio, a rede conta com espaços e iniciativas similares em Amã, Istambul, Joanesburgo, Mumbai, Pequim e Tóquio, além da própria Universidade de Columbia, em Nova York.

Studio-X Rio is part of a global network from the School of Architecture, Planning and Preservation (GSAPP) from the Columbia University, which thinks the future of cities. This network is an advanced platform for the collaboration and investigation in the field, through the dialogue between professionals, academics, students, the civil society, entrepeneurs and decision makers from among the various corners of the planet. A neutral and open space for exchanges and debates through an intense program of lectures, workshops and exhibitions. In Rio, the initiative is present at Praça Tiradentes since 2011 and counts with the support of the City Hall, through Instituto Rio Patrimônio da Humanidade/Centro Carioca de Design. Besides Rio, the network deals with similar spaces and initiatives in Amman, Beijing, Istambul, Johannesburg, Mumbai and Tokyo, besides at Columbia University itself, in New York. 

 


AUTOMATICA

Automatica é uma produtora e editora de projetos culturais. Atua na elaboração, produção, gestão, coordenação, pesquisa, edição, difusão e consultoria de projetos culturais, especialmente vinculados ao universo das artes visuais. Trabalha com artistas, curadores, críticos de arte, historiadores da arte, instituições culturais, patrocinadores públicos e privados. Participa de editais e prêmios, e elabora projetos para as leis de incentivo nas três esferas da administração pública. Sua missão principal é aproximar o público da arte contemporânea.

Automatica is a producer and publisher of cultural projects. It works in the elaboration, production, management, coordination, research, publishing, propagation and consultancy of cultural projects, especially those connected with the universe of visual arts. It works with artists, curators, art critics, art historians, cultural institutions, private and public sponsors. It takes part in public tenders/bids and awards, besides elaborating projects to make use of the laws of support of the arts from the three spheres of public administration. Its main mission is to bring contemporary art closer to the public.


FESTIVAL CURTA CINEMA

O Festival Curta Cinema é exclusivamente dedicado à exibição e à promoção de obras audiovisuais de curta-metragem. São exibidos trabalhos finalizados em suportes digitais, com duração máxima de 30 minutos, em uma mostra com caráter competitivo e informativo. O Curta Cinema qualifica os ganhadores do Grande Prêmio da Competição Nacional e Internacional a pleitearem uma indicação ao Oscar, premiação da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos. Além da exibição de filmes, o festival também promove workshops, palestras e debates.

Festival Curta Cinema is exclusively dedicated to the exhibition and promotion of audiovisual works of short films. Works with a final cut done with digital support, with a maximum length of 30 minutes, are shown in a competition exhibit that also aims at being informative to the public. Curta Cinema qualifies the winners of the Grande Prêmio da Competição Nacional e Internacional (National and International Competition Grand Prize) to enter the contest to be the national pick to compete for a nomination to the Oscars (U.S.’ Academy of Motion Pictures and Sciences award). Besides showcasing films, the festival also promotes workshops, seminars and roundtables.


FESTIVAL PANORAMA

Desde sua primeira edição em 1992, o Festival Panorama ocupa a cidade do Rio de Janeiro com dança e projetos dos mais variados formatos, apresentando as relações que o corpo constrói com o espaço, tempo e público através do movimento. Ao longo dos seus 25 anos, apresentou companhias e artistas nacionais e internacionais, com papel fundamental na construção da memória da dança no Rio. Pioneiro em associar arte contemporânea de ponta a preços populares, o Panorama já é parte do calendário cultural da cidade e ponto de encontro de mais de 20000 pessoas por edição. Durante a realização do festival, além da programação nos teatros, são desenvolvidos projetos de ocupação de espaços não teatrais, num questionamento constante sobre o corpo e a cidade. O Panorama também apoia e incentiva a produção coreográfica de artistas brasileiros e latino-americanos, abrindo espaço em sua programação tanto para nomes já consagrados como jovens iniciantes, servindo de plataforma para o desenvolvimento artístico e projeção internacional de artistas do Rio. Através de coproduções, financia a criação de peças inéditas e é uma das maiores vitrines nacionais para as artes cênicas da cidade e do Brasil. O Panorama faz parte de importantes redes internacionais e nacionais de artes cênicas, como a Red SudAmericana de Danza, a Next Step, e a IETM, que reúne mais de 500 festivais, centros culturais e teatros. No Brasil fundou o Circuito Brasileiro dos Festivais Internacionais de Dança.

Since its first edition, in 1992, Festival Panorama takes over the city of Rio de Janeiro with dance and projects with the most diverse formats, presenting the relations that the body builds with space, time and the public, through movement. Throughout its 25 years, it has presented national and international companies and artists, playing a fundamental role in the construction of the memory of dance in Rio. Pioneer in associating cutting-edge contemporary art with lower prices, Panorama is part of the cultural calendar of the city already, and a meeting point for more than 2 thousand people each edition. During the festival, besides the program in theaters. projects of occupation of non-theatrical spaces are developed, in a constant questioning about the body and the city. Panorama also supports and gives incentive to choreographical productions by Brazilian and Latin American artists, opening space, in its program, not only to celebrated names, but also to young beginners, serving as platform for the artistic development and international projection of artists from Rio. Through coproductions, it finances the creation of plays that have never been staged and is one of the biggest national windows for showcasing the performing arts of the city and the country. Panorama is part of important national and international networks of performing arts, like Red SudAmericana de Danza, Next Step, IETM, which connects more than 500 festivals, cultural centers and theaters. In Brazil, he has founded the Circuito Brasileiro dos Festivais Internacionais de Dança (Brazilian Circuit of International Dance Festivals). 


CENTRO CARIOCA DE DESIGN

O Centro Carioca de Design funciona como um polo concentrador e difusor de iniciativas voltadas para o design na cidade do Rio de Janeiro. Sua atuação é focada em três eixos principais: público (no qual, através da promoção de concursos e concorrências públicas, pretende-se viabilizar uma maior participação dos profissionais de design nas questões urbanas); cultural (voltada para a realização de exposições nas galerias do centro, além de workshops); e setorial (com ações de aproximação do setor empresarial, fomento a novas iniciativas e parcerias com instituições de ensino e entidades ligadas ao design). Entre os objetivos do CCD estão a promoção de uma política pública para o design; o desenvolvimento de uma consciência de design na população carioca; a captação de novos talentos e sensibilização de estudantes; a promoção da cultura de design como instrumento para soluções inovadoras e sustentáveis; a divulgação de ações de design através de exposições e mostras; e a dinamização do espaço urbano onde se insere (Praça Tiradentes e arredores).

The Centro Carioca de Design gathers and propagates initiatives in design for the city of Rio de Janeiro. Its work is focused on three main axes: public (in which, through the promotion of contests and public tenders, it intends to make viable a larger participation of design professionals in the urban issues); cultural (aiming the realization of exhibitions in galleries at the central area of Rio, plus workshops); and sectorial (with actions to bring closer to business community, also the fostering of new initiatives and partnerships with learning institutions and entities involved with design). Among its goals are the promotion of public policies for design; the development of a consciousness about design in Rio’s population; the discovery of new talents and the awareness of students; the promotion of the culture of design as a tool for innovative and sustainable solutions; the dissemination of actions involving design through three exhibitions and showcases, plus the boosting of urban spaces where it is part of (Praça Tiradentes and surroundings).


EDITORA COBOGÓ

O cobogó é um tijolo vazado, concebido pelos engenheiros Amadeu Oliveira Coimbra, Ernest August Boeckmann e Antônio de Góis nos anos 1930 (a reunião das primeiras letras dos últimos nomes de cada um deles batizou o objeto). Criada em 2008 com foco em publicações sobre arte e cultura contemporâneas, a Editora Cobogó já lançou diversos títulos, entre eles Saga Lusa: o Relato de uma Viagem, de Adriana Calcanhotto; A Filosofia de Andy Warhol, de Andy Warhol; 5 x Favela, baseado no filme homônimo, o compêndio Pintura Brasileira Séc. XXI e as monografias dos artistas Adriana Varejão, Nuno Ramos e Efrain Almeida, entre outros.

Cobogó is a hollow construction brick, conceived by engineers Amadeu Oliveira Coimbra, Ernest August Boeckmann and Antônio de Góis (the object was named using the first couple of letters from their surnames), in the 1930s. Created in 2008, with a focus on publications about contemporary art and culture, Editora Cobogó has already launched various titles, among them Saga Lusa: o Relato de uma Viagem, by Adriana Calcanhotto; A Filosofia de Andy Warhol, by Andy Warhol; 5 x Favela, based on a film with the same title; the compendium Pintura Brasileira Séc. XXI and the monographs of artists Adriana Varejão, Nuno Ramos and Efrain Almeida. among others.

 


FESTIVAL NOVAS FREQUÊNCIAS

O Festival Novas Frequências é o principal evento internacional de música experimental e explorações sonoras da América do Sul. Fruto da parceria entre os produtores culturais Chico Dub e Tathiana Lopes, surgiu em 2011, sempre à procura de artistas que rompem com fronteiras pré-estabelecidas em busca de novas linguagens sonoras. O festival só realiza apresentações inéditas no país. No caso dos artistas nacionais, a curadoria prima por apresentações que nunca ocorreram antes no Rio – seja trazendo artistas de outros estados que ainda não tocaram na cidade ou propondo performances comissionadas de artistas residentes. Entre os artistas que já tocaram no Novas Frequências estão: Stephen O’Malley, Ben Frost, Tim Hecker, The Bug, Tunga, Actress, Andy Stott, Hype Williams, Vladislav Delay, Mika Vainio, Pole, Mark Fell, Keith Fullerton Whitman, Aki Onda, Demdike Stare, Heatsick, Lee Gamble, David Toop, Philip Jeck, Phill Niblock & Thomas Ankersmit, Julianna Barwick, Sun Araw, Rashad Becker, Lubomyr Melnyk, Laraaji, Dawn of Midi, DJ Marfox, Tyondai Braxton, entre muitos outros. O Novas Frequências é único membro brasileiro do I.C.A.S. (International Cites of Advanced Sound), network que reúne alguns dos mais importantes festivais de culturas sonoras avançadas, música de vanguarda e artes relacionadas.

Festival Novas Frequências is the most important international event of experimental music and sound explorations in South America. It was created in 2011, from the partnership between cultural producers Chico Dub and Tathiana Lopes, always looking for artists who break the pre-established limits, in search of new sound languages. This festival only brings presentations that have never been seen in Brazil before. In the case of national artists, the curatorship seeks performances that have never been presented in Rio – either by bringing artists from other parts of the country, who have never played in the city, or by proposing commissioned presentations from local artists. Among the artists who have already performed at Novas Frequências are: Stephen O’Malley, Ben Frost, Tim Hecker, The Bug, Tunga, Actress, Andy Stott, Hype Williams, Vladislav Delay, Mika Vainio, Pole, Mark Fell, Keith Fullerton Whitman, Aki Onda, Demdike Stare, Heatsick, Lee Gamble, David Toop, Philip Jeck, Phill Niblock & Thomas Ankersmit, Julianna Barwick, Sun Araw, Rashad Becker, Lubomyr Melnyk, Laraaji, Dawn of Midi, DJ Marfox, Tyondai Braxton, and many more. Novas Frequências is the only Brazilian member of I.C.A.S. (International Cites of Advanced Sound), a network that gathers some of the most important festivals of advanced sound cultures, cutting-edge music and the related arts.


FESTIVAL MULTIPLICIDADE

O Festival Multiplicidade é um evento de performances audiovisuais que ocorre desde 2005 no Rio de Janeiro e que mostra ao público um amplo repertório de atrações. Seu principal conceito é unir em um mesmo palco arte visual e sonoridade experimental. Já realizou ocupações em alguns espaços emblemáticos da cidade, tais como o Oi Futuro Flamengo, o Teatro Oi Casa Grande, o Centro de Artes Hélio Oiticica, o Galpão do Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB-RJ), a Escola de Artes Visuais do Parque Lage e o Planetário do Rio. Em mais de uma década de existência o festival já viajou o mundo, com colaborações artísticas na Inglaterra, Escócia, Itália, Suíça, França e Dinamarca. Ao todo mais de 700 artistas e mais de 50 mil espectadores já participaram do festival.

Festival Multiplicidade is an event with audiovisual performances that happens since 2005 in Rio de Janeiro, which presents the public with a wide repertoire of attractions. Its main concept is to unite in one stage visual arts and experimental sounds works. It has done occupations in some iconic spaces of Rio de Janeiro, such as Oi Futuro Flamengo, Teatro Oi Casa Grande, Centro de Artes Hélio Oiticica, Galpão do IAB-RJ, Escola de Artes Visuais do Parque Lage and Rio’s Planetarium. Over a decade of existence, this festival has already travelled the world, having had artistic collaborations in England, Scotland, Italy, Switzerland, France and Denmark. On total, more than 700 artists and more than 50,000 spectators have already participated in the festival.


TEMPO_FESTIVAL

Criado em 2009, o TEMPO_FESTIVAL é o Festival Internacional de Artes Cênicas do Rio de Janeiro. A cada edição, os curadores Bia Junqueira, Cesar Augusto e Márcia Dias oferecem ao público a possibilidade de imersão no universo das Artes, com a intenção de estabelecer um espaço para a difusão do conhecimento e tendências nas Artes Cênicas. A ideia é apostar na inovação da cena local e global, por meio de um diálogo entre as mais distintas manifestações artísticas, investir no “tempo da criação”, em processos, residências e coproduções nacionais e internacionais e acompanhar o desenvolvimento artístico em todas as suas etapas: do pensamento à realização.

Created in 2009, TEMPO_FESTIVAL is the International Performing Arts Festival of Rio de Janeiro. At each edition, curators Bia Junqueira, Cesar Augusto and Márcia Dias offer the public the possibility of an immersion in the universe of the arts, with the intention of establishing a space for the diffusion of knowledge and trends in the Performing Arts. The idea is to bet on the local and global scenes, through a dialogue between the most distinct artistic manifestations, to invest in the “time of creation”, in processes, artistic residencies, national and international coproductions to follow the artistic development in all its steps, from the thinking about it up until its realization.