PROVOCADOR / PROVOCATEUR

Fred Coelho_2

FRED COELHO

Fred Coelho é pesquisador, ensaísta e professor de Literatura Brasileira e Artes Cênicas da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro. É autor de Livro ou Livro-me – Os Escritos Babilônicos de Hélio Oiticica (EdUERJ, 2010), Eu, Brasileiro, Confesso Minha Culpa e Meu Pecado – Cultura Marginal no Brasil 1960/1970 (Civilização Brasileira, 2010) e O Rappa – Lado B Lado A, parte da coleção O Livro do Disco, da editora Cobogó, da qual também é organizador ao lado de Mauro Gaspar. Entre 2009 e 2011, foi assistente do curador Luiz Camillo Osório no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro. Fez curadorias para exposições como Travessias (com Daniela Labra e Luisa Duarte), realizada no Galpão Bela-Maré em novembro de 2011, Tudo que Vive É Espesso, de Maria Laet (A Gentil Carioca, outubro de 2012), e Contos sem Reis, de Laercio Redondo (Casa França-Brasil, março de 2013). Foi curador, ao lado de André Valias, da exposição GIL70, dedicada à carreira do cantor e compositor Gilberto Gil, realizada no Centro Cultural Correios (Rio de Janeiro) em outubro de 2012 e no Itaú Cultural (São Paulo) em dezembro do mesmo ano. Já escreveu textos para catálogos e exposições de artistas como Hélio Oiticica, Lygia Clark, Luiz Zerbini, Carlos Vergara, Eduardo Berliner, Cabelo, Raul Mourão, Luiza Baldan e Omar Salomão.

Fred Coelho is a researcher, essayist and Professor of Brazilian Literature and Performing Arts at the Pontifícia Universidade Católica of Rio de Janeiro. He is the author of Livro ou Livro-me – Os Escritos Babilônicos de Hélio Oiticica (EdUERJ, 2010), Eu, Brasileiro, Confesso Minha Culpa e Meu Pecado – Cultura Marginal no Brasil 1960/1970 (Civilização Brasileira, 2010) and O Rappa – Lado B Lado A, part of the collection O Livro do Disco, from Cobogó publishing house, for which he is also the organizer, together with Mauro Gaspar. Between 2009 and 2011, he was an assistant to the curator Luiz Camillo Osório at the Museum of Modern Art of Rio de Janeiro. He was a curator for exhibitions such as Travessias (with Daniela Labra and Luisa Duarte), which happened at Galpão Bela-Maré in November 2011, Tudo que Vive É Espesso, from Maria Laet (A Gentil Carioca, October 2012), and Contos sem Reis, from Laercio Redondo (Casa França-Brasil, March 2013). He was the curator, together with André Valias, of the exhibition GIL70, dedicated to the career of the singer and composer Gilberto Gil, which happened at the Centro Cultural Correios (Rio de Janeiro) in October/2012 and Itaú Cultural (São Paulo) in December of the same year. He has written texts for catalogues and exhibitions of artists like Hélio Oiticica, Lygia Clark, Luiz Zerbini, Carlos Vergara, Eduardo Berliner, Cabelo, Raul Mourão, Luiza Baldan and Omar Salomão.